a Puroesporte: Brasil cai diante do Egito e é quarto no voleibol sentado
Subscribe: flickr

Ads 468x60px

domingo, 18 de setembro de 2016

Brasil cai diante do Egito e é quarto no voleibol sentado


Fred fez 41 pontos, mas não evitou a derrota brasileira
A esperada medalha brasileira no voleibol sentado masculino nos Jogos Paralímpicos terá que esperar até Tóquio 2020. Apesar de ter lutado muito, o Brasil foi derrotado pelo Egito por 3 sets a 2 (26/28, 31/29, 25/19, 22/25 e 15/13) em uma verdadeira batalha no Pavilhão 6 do Riocentro na manhã deste domingo (18).

Atual vice-campeã mundial e medalha de prata nos Jogos Parapan-Americanos Toronto 2015, o Brasil chegou ao Rio 2016 com boa perspectiva de medalha. O quarto lugar, de toda forma, representa o melhor resultado da equipe nos Jogos Paralímpicos. Mas não agradou ao técnico Fernando Guimarães, que é irmão de José Roberto Guimarães, técnico da seleção feminina de voleibol do Brasil.

“Não gostei da nossa campanha desde o começo. Foi a melhor campanha da história, mas também tínhamos o nosso melhor time, então deveria ter sido melhor. O time não suportou a pressão, senti os jogadores tensos o tempo todo. Esse esporte é muito rápido e não dá tempo para recuperação. Esperava um final diferente porque sei que o time poderia produzir muito mais que isso”, lamentou o treinador.

Foi a segunda vitória dos egípcios sobre os brasileiros no Rio 2016. Os africanos também levaram a melhor na segunda rodada da primeira fase, quando mais uma vez precisaram de cinco sets para vencer. O capitão brasileiro Fred foi o maior pontuador da disputa pelo bronze, com impressionantes 41 pontos. Ele foi, porém, o único brasileiro a passar dos dez pontos – Daniel chegou perto, marcando nove. Do lado egípcio, o capitão Hesham Elshwikh, com 27 pontos, e Mohamed Abouelyazeid, com 17, foram os mais efetivos.

Na final, o Irã confirmou o favoritismo e derrotou a Bósnia e Herzegovina por 3 sets a 1, parciais de 25/21, 21/25, 25/18 e 25/15 para ficar com o título. A vitória foi uma revanche da final de Londres 2012, quando os bósnios levaram a melhor. O gigante Morteza Merzhad, de 2,46m, foi o destaque da vitória iraniana, com 28 pontos marcados na decisão. Isa Zirahi e Sadegh Bigdeli marcaram 12 pontos cada. Safet Alibasic fez 16 pontos para a Bósnia e Herzegovina. Foi o sexto ouro dos iranianos, principais vencedores do esporte nos Jogos Paralímpicos. A equipe esteve nas últimas seis finais dos Jogos.

0 comentários: